POAL

Perícia Oficial do Estado de Alagoas

Histórico

O IML da capital alagoana funciona há 78 anos no prédio da antiga faculdade de Medicina. Lá, foram realizadas as autópsias de Lampião, após sua morte em uma emboscada em 1938, e dos corpos de Paulo César Farias e sua namorada, Suzana Marcolino, em 1996.

Em estilo colonial, o IML Estácio de Lima, pertence ao conjunto de prédios do Instituto de Ciências Biológicas e da Saúde (ICBS) - antiga Faculdade de Medicina que foi tombado e integrado ao patrimônio histórico, artístico e cultural do Estado, sendo também inscrito no livro de Tombo de Edifícios e Monumentos Isolados pela sua relevância histórica e arquitetônica

O prédio da Praça Afrânio Jorge foi construído na década de 1940, inicialmente, a edificação abrigou o Quartel do 20° Batalhão de Caçadores (antigo 33º batalhão), que depois passou a ser o Quartel do Exército. A partir de 1951, foi instalada a Faculdade de Medicina de Alagoas e o IML que recebeu o nome de Estácio de Lima, professor e médico, nascido em Marechal Deodoro, 11 de junho de 1897 e que faleceu no ano de 1984.

Estácio de Lima foi Professor emérito das Faculdades de Medicina e Direito da Universidade Federal da Bahia, antigo catedrático de Medicina Legal da Escola Baiana de Medicina e Saúde Pública da Universidade Católica de Salvador e da Faculdade Federal de Odontologia, presidente da Academia de Letras da Bahia, da Academia de Medicina da Bahia e do Conselho Penitenciário da Bahia, e ex-diretor do Instituto Médico Legal Nina Rodrigues.

O médico também é autor de obras teóricas e científicas e de ensaios publicados em revistas especializadas, na área de folclore, e autor de O mundo estranho dos cangaceiros (1965) e O mundo místico dos negros (1975).

Atualmente o IML Estácio de Lima, é responsável pelas necropsias e laudos cadavéricos da Capital, região metropolitana, zona da mata e litoral norte de Alagoas. No IML são realizados, além das autópsias, vários outros exames de corpo de delito e demais perícias como: exame de lesões corporais, exame de constatação de embriaguez ou intoxicação por substância de qualquer natureza, exame de constatação de violência sexual, exame de sanidade mental, exame de constatação de idade, exame de constatação de doença sexualmente transmissível, e todas as demais perícias que interessem à Justiça e que demandem a opinião de especialistas em Medicina Legal.

Com o tombamento do atual prédio do IML, no ano de 2010, o governo de Alagoas irá construir um novo Instituto Médico Legal (IML) em Maceió. O novo prédio, com área já escolhida no Tabuleiro do Martins, será um dos mais modernos complexos de perícias do País.

O projeto definitivo do novo IML – orçado em R$ 4 milhões – já foi realizado licitação e o início das obras em uma área de 31 mil metros quadrados na rua Manoel Alves da Silva, bairro do Tabuleiro dos Martins na Capital, onde funcionará o complexo da Perícia Oficial do Estado de Alagoas, mas o IML será o primeiro a ser construído, absolutamente diferente do que é hoje, com a adoção de equipamentos tecnológicos de ponta, desde as câmeras frigoríficas às salas de necropsia de última geração. O novo prédio do IML de Maceió contempla ainda sala de imprensa, sala de culto ecumênico, anfiteatro para aulas de Medicina Legal, laboratório de DNA, laboratório de análises clínicas, patológicas e toxicológicas.

Clique aqui e acesse o site do IML


Fontes de pesquisa:

    SIGA A GENTE  

    Governo do Estado de Alagoas © 2021

    menu